sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Os 10 maiores artistas negros da música internacional

Desde Robert Johnson e a popularização do Blues, do jazz de Louis Armstrong e da música gospel cantada nas igrejas de negros nos Estados Unidos, a música e os artistas negros são referência no mundo da cultura pop. Foram os negros que também criaram o R&B, um mistura do blues e da música gospel, que acelerado pelos próprios negros criou o rock n roll. Também foram eles que criaram, a partir dos estilos "primordiais", a soul music, o reggae e o funk, que mais tarde daria origem ao rap e forneceria todos os elementos para a dita música pop de Michael Jackson e Prince. Resumindo-se, praticamente tudo que é e foi ouvido nos últimos 60 anos tem origem na música negra.

Dessa forma, não é de se estranhar que tantos artistas negros são e foram referências do mundo da música, e escolher apenas 10 dentre os muitos brilhantes artistas é uma tarefa um tanto díficil. Mas o meu vídeo dos 50 maiores artistas da música pop de todos os tempos (http://www.youtube.com/watch?v=KB1LzZ3e5tQ) ajudou a compilar alguns dos maiores artistas negros da história, facilitando o rankeamento dos 10 maiores. Vamos então a eles:

10º - Marvin Gaye: O dono da maior voz da soul music dos anos 70 é o décimo da lista. Sua voz quase sexual (ouçam "Let's Get it On" e "Sexual Healing'), e suas letras profundas, como "What's Going On", inspiraram e influenciaram vários cantores da sua e das gerações seguintes. Uma pena sua morte precoce ter encerrado sua carreira prematuramente. 

9º - Prince: O cara é simplesmente genial. Além da voz potente, Prince também é um exímio instrumentista, capaz de fazer mágica com a guitarra (assistam a versão de "While My Guitar Gently Weeps" do Rock n Roll Hall of Fame). Ele é capaz de emocionar em músicas como "Purple Rain" e de fazer as pessoas dançarem, como em "1999", "Let's go crazy" e "Kiss". E são músicas como essas que o fazem um dos maiores nomes da música pop e nono lugar desta lista.


8º - Muddy Waters: O blues man é um dos artistas mais influentes de toda a história da música. De suas músicas saíram a inspiração para toda a era inicial do rock n roll. Muddy Waters é, indubitavelmente, o maior artista de blues de todos os tempos, e um dos avôs do rock n roll. Ouçam "Rolling Stone" (adivinhem de onde Mick, Keith e cia. tiraram o nome da banda?), "Hoochie Coochie Man" e "Mannish Boy".

7º - Ray Charles: Ele era cego, mas tocava piano como poucos. Sua voz rouca embalava canções gospel, de amor e de festa. Foi grande influência para toda uma geração de cantores negros durante toda a vida, além de ser símbolo da luta contra o racismo no sul dos Estados Unidos e ser, provavelmente, o maior ícone da soul music e do R&B de todos os tempos. Recomendo "What'd I say", "Hit the road, Jack", "Unchain My Heart" e "I Got a Woman" (qualquer semelhança com "Gold Digger", de Kanye West e Jamie Foxx não é coincidência).


6º - Bob Marley: O jamaicano rastafari foi o maior nome do reggae de todos os tempos, ajudando a popularizar o estilo em todo o mundo. Suas canções de prostesto, que acusavam os problemas sociais da Jamaica, como "I Shot the Sheriff" e "Get Up, Stand Up" dividiam espaço com canções mais otimistas, como "One Love", "Three Little Birds", além do clássico "No Woman, No Cry".


5º - Chuck Berry: Como disse John Lennon, "se o rock tivesse outro nome, este seria Chuck Berry". O pai e criador do rock n roll tocava guitarra de uma forma única, aliando os riffs marcantes com acordes de blues acelerados, consolidando o que ainda é a marca do estilo. O "duck walk", passo característico, é referência no mundo da música, sendo imitado pelo guitarrista do AC/DC, Angus Young. Ouçam clássicos como "Johnny B. Goode" (há quem diga que a música foi criada, na verdade, por Marty McFly"), "Roll Over Beethoven" (as notícias recebidas por Tchaikovsky ajudaram o AC/DC a compor um de seus grandes sucessos, "Let there be rock"), "Maybellene" e "Sweet Little Sixteen" (da qual os Beach Boys criaram "Surfin' USA").


4º - Stevie Wonder: Outro artista cego, mas com imenso talento para a música. Stevie foi o menino prodígio da Motown, tocando instrumentos como bateria, contra-baixo, além da gaita e do piano/teclado, suas especialidades, e é um marco na história do R&B e do Funk. Suas canções cheias de ritmo estão entre as melhores de todos os tempos, e "Superstition", "Living for the City", "I Just Call To Say I Love You" e "Isn't She Lovely", entre outras são a prova disso.


3º - Jimi Hendrix: O maior guitarrista de todos os tempos. Com as influências do blues americano e do rock inglês, Jimi foi um dos gigantes da era da psicodelia e do movimento hippie, na segunda metade da década de 60. Seu jeito único de tocar guitarra produziu clássicos como "Purple Haze", "Hey Joe", "Voodoo Child (Slight Return)" e "Fire". Falando em fogo, sua foto botando fogo em uma guitarra quebrada no Monterrey Pop Festival é uma das mais icônicas da história do rock e da música. A morte aos 27 anos interrompeu a brilhante carreira, mas seu legado continua vivo até hoje, fazendo com que milhares de pessoas ainda se maravilhem com suas músicas, seus riffs e solos.


2º - James Brown: O padrinho do soul, criador do funk e o homem mais trabalhador do show business. James Brown, além disso tudo, pode ser considerado um dos maiores dançarinos da música pop, influenciando nomes como Michael Jackson e Prince, e é ainda a grande influência para a criação do rap. Músicas como "Papa's Got a Brand New Bag" e "(I Got You) I Feel Good" são símbolos da música dançante, enquanto "It's a Man's, Man's, Man's World" é uma declaração de amor às mulheres, e "Say It Loud, (I'm Black and I'm Proud)" é um hino das manifestações de direitos civis dos negros na década de 60.


1º - Michael Jackson: Rei. São poucos aqueles que ganham dos próprios súditos o título de rei. Mike é um deles. Um artista em que desde cedo já se podia vislumbrar o futuro brilhante. Nos tempos de Jackson 5, o pequeno Michael encantava todo o mundo com uma voz angelical, entoando sucessos como "ABC", "I Want You Back" e "I'll be There". Mais crescido, já em carreira solo, conquistou os ouvidos de todos com "Ben", e, ao aliar-se ao produtor "Quincy Jones", mostrou sinas da realeza no álbum "Off The Wall", imerso em influências do funk, r&b e da disco music, e que teve os sucessos "Rock With You" e "Don't Stop 'Til You Get Enough". Mas foi com o álbum "Thriller" que Jackson foi aclamado Rei do Pop, e seus súditos tornaram esse disco o mais vendido de todos os tempos, com mais de 100 milhões de cópias vendidas. E não era nenhuma surpresa. O álbum contém os maiores sucessos da história do pop: Beat It, na qual o Rei absorveu a essência do rock n roll, criando, juntamente com Eddie Van Halen, um dos maiores riffs de guitarra da história; Billie Jean, que além de ser o que pode ser chamado de música pop perfeita, consagrou o passo de dança mais famoso da história, o moonwalk, que estarreceu o mundo em 1983, quando Mike o realizou pela primeira vez no aniversário de 25 anos da Motown; e Thriller, cujo vídeoclipe é o mais famosos de todos os tempos, revolucionando toda a música que veio após, viabilizando a criação de histórias dentro dos clipes (agradeça a ele pela MTV). Quem nunca se imaginou dançando a coreografia sendo acompanhado de vários zumbis? Apesar das polêmicas que vieram com o passar dos anos, da transformação da sua cor de pele e de alguns "fracassos" comerciais, ainda era amado por todos, e fazia por onde, pois além de encantar o mundo com suas canções, foi um grande defensor da natureza, das crianças e da humanidade, sendo um grande doador de dinheiro para essas causas e criando músicas como "Earth Song", "Man in the Mirror" e "We Are The World". A última prova de sua popularidade, influência e importância foi, infelizmente, a sua morte, certamente o fato do ano de 2009, corroborando com sua condição de maior artista negro de todos os tempos e maior artista solo da história.



















PS: Menções honrosa para os artistas citados na introdução, além do genial Miles Davis (não quis misturar jazz com os estilos mais pop), e de outros artistas que também estão na minha lista dos 50 maiores, como Otis Redding, Aretha Franklin, Sam Cooke, Tupac Shakur, Little Richard e Tina Turner.

PS2: Talvez algum dia eu faça uma lista com os 10 maiores artistas negros brasileiros, e seria, com certeza, uma lista com nomes tão variados e talentosos como essa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário